Testosterona: o que é? para que serve?

Testosterona, o que é? Prá que serve?

A testosterona é o principal hormônio masculino, nossas características de “macho” da espécie humana dependem dela, mas não é só isso, a testosterona é um hormônio esteróide com propriedades androgênicas e anabólicas, isto é, responsável pelo aumento de massa magra, além do aumento de libido, da energia, auxilia na formação óssea e na nossa imunização.

A testosterona é segregada principalmente nos testículos dos homens e também nos ovários da mulher, só que em bem menor quantidade, por isso é difícil uma mulher ficar musculosa fazendo fisiculturismo, e é por isso também que as mulheres sofrem mais com a osteoporose.

A testosterona é sintetizada a partir do colesterol, por isso apesar de parecer contrasenso, não podemos eliminar todas as gorduras de nossa dieta.

Os níveis normais de testosterona num homem variam entre 350 e 1000 nanogramas por decilitro (ng/dl). Depois dos 40 anos esses valores descressem cerca de 1% ao ano. Doenças também podem aumentar a deficiência de testosterona nos adultos.

A testosterona é transportada no sangue ligada a uma glicoproteína produzida no fígado, a SHBG (Sex Hormone Binding Globulin). Somente a testosterona livre, não ligada à SBHG, é que está disponível para agir nos tecidos, sendo portanto a fração ativa que mais nos interessa, pois mantém as propriedades anabólicas.

Aliás, um sinal de deficiência de testosterona é a diminuição na massa muscular levando à perda de força muscular. Ao mesmo tempo, há tendência de aumento na distribuição de gordura com acúmulo de gordura na região abdominal.

Como a testosterona também estimula a produção de glóbulos vermelhos, as hemácias, homens com deficiência de testosterona podem apresentar anemia com freqüência.

Estudos mostram que a testosterona é um precursor do estrogênio – ela vai ser convertida em estrogênio através da influência de enzimas aromatizantes, daí existirem suplementos Anti-aromatizantes, que inibem a enzima e portanto a conversão da testosterona em estrogênio.

Esse fator é importante, pois além de ser um hormônio “feminino” o estrogênio envia sinais para o cérebro parar de produzir a testosterona.

Outro hormônio importante que atrapalha o efeito anabólico da testosterona é o cortisol, ele é um hormônio corticosteróide produzido pela glândula supra-renal que está envolvido na nossa resposta ao stress; ele aumenta a pressão arterial e o açúcar do sangue, além de suprimir o sistema imune.

A ação mais importante do cortisol que nos interessa, é ele facilitar a conversão das proteínas em glicogênio, sobretudo as proteínas musculares, isto é, ele é altamente catabólico.

Contudo o cortisol é essencial à vida. Por mais que os médicos façam terapeuticamente, a sobrevida humana após perder as glândulas supra-renais é curta.
Resta-nos então tentar controlar nossos níveis de cortisol para minimizar o catabolismo e não interferirem muito nos nossos níveis de testosterona.

Portanto para termos mais ganhos de massa muscular aproveitando os efeitos anabólicos da testosterona devemos:

A- Prevenir que os níveis de testosterona baixem demais,

B- Tentar aumentar a testosterona livre na circulação naturalmente.

C- Bloquear os efeitos de ligação da testosterona ao SHGB.

D- Diminuir os níveis da enzima aromatizante – menor conversão de testosterona para estrogênio.

E- Controlar os nossos níveis de cortisol.

Nas próximas postagens vamos tratar cada item separadamente, mas sempre é bom lembrar que nossos hormônios naturais estão de certa forma interrelacionados, não adianta, por exemplo, se entupir de testosterona, pois o corpo irá produzir estrogênio com o excesso, e esse excesso de estrogênio vai mandar nosso cérebro parar de fazer nossa própria testosterona, um verdadeiro tiro pela culatra.

Um bom treino

claudio

About these ads
Galeria | Esse post foi publicado em musculação, testosterona e marcado . Guardar link permanente.

42 respostas para Testosterona: o que é? para que serve?

  1. renato disse:

    Bom dia, tenho uma duvida….estou com um frasco de 100cpr de 10mg de stanozoland da landerlan,….teria problema com aromatização e libido somente com os 100 cpr, tomaria…50mg todo dia ou 100 dsdn…depois vou fazer a serms!!!

    • Olá, Renato
      Infelizmente não posso lhe dar informações sobre o uso de anabolizantes, o blog é sobre fificulruismo natural e disvirtuaria a sua finalidade, exitem vários fóruns na internet que podem lhe esclarecer algumas dúvidas, mas o ideal seria o uso sobre prescrição médica e com total controle, através e exames de suas taxas hormonais.

      sucesso

  2. carla disse:

    mulher pode usa testoterona

    • Olá, Carla
      Médicos só prescrevem testosterona para mulheres em situações muito especiais pois os colaterais são muitos, e alguns deles irreverssíveis.
      Se a finalidade for apenas estética tem que se pesar muito o custo benefício, pois com o ganho de massa muscular vem o engrossamento da voz, aparecimento de pelos mais grossos, crescimento do clitoris, aparecimento de acne, queda de cabelo, retenção hídrica, que provoca inchaço, e algumas alterações no comportamento que costuma deixar a pessoa mais agressiva.

      Sucesso

      • Murilo disse:

        e bom pros ossos?

      • Olá, Murilo
        Mesmo curta e direta precisaria de uma aula para te responder isso adequadamente, mas vou tentar resumir.

        O tecido ósseo é um tecido conjuntivo dos mais resistentes e rígidos do nosso corpo, ele serve de suporte para as partes moles, para proteger os órgãos vitais, para alojar a medula óssea, além de proporcionar apoio aos nossos músculos para a nossa movimentação.

        O osso, apesar de não parecer, é uma estrutura dinâmica, continuamente renovada e reconstruida, sendo também, sensível a influências metabólicas, nutricionais e endócrinas, por isso, existem pesquisas indicando que baixos níveis de testosterona (PODEM) podem podem estar relacionados a problemas de mobilidade e a fragilidade de ossos em idosos. Uma delas de uma equipe australiana que acompanhou 3.600 homens com mais de 70 anos. O resultado dessa pesquisa se soma a evidências que mostram que a deficiência do hormônio pode estar relacionada a problemas de saúde em homens mais velhos.

        A testosterona, já se sabe, ajuda a manter a densidade óssea e a massa muscular. No entanto, mesmo sabendo-se que os seus níveis, naturalmente, vão declinando com a idade, ainda não há consenso entre os médicos para se recomendar uma terapia de reposição com o hormônio.

        Outro tipo de pesquisa, ainda em ratos, demonstrou que a aplicação de testosterona, aliada à pratica de exercícios promoveu uma melhor recuperação de fraturas, se puder dê uma lida neste artigo: http://www.scielo.br/scielo.php?pid=S0103-51502012000400010&script=sci_arttext
        Mas o estudo é recente e requer maiores investigações.

        Excetuando-se essas aplicações o uso de testosterona na fase de crescimento ósseo pode levar ao fechamento precoce das epífises, que é a parte do osso que literalmente cresce até a vida adulta, atrapalhando o desenvolvimento completo do esqueleto, motivo pelo qual adolescentes só devem ser tratados com testosterona sob rigoroso controle médico.

        Sucesso

  3. Marciliano gomes disse:

    Adorei todos conhecimento q me foi passado sobre o testosterona

  4. leonardo silva disse:

    boa noite tou com 1 mes e meio que começei a frequentr a academia e quero cresçer rapido eu to querendo tomar a testosterona mais eu to com um pouco de medo oque vc mim aconselha a tomar vc pone manda a respot pro meu email leonardo_santos103@hotmail.com

    • Olá, Leonardo
      O maior crescimento muscular ocorre naturalmente nos primeiros anos de “academia” desde que o treino seja intenso e a dieta adequada, a testosterona e outros EAS se usados nesse período, além de não realmente ajudar no seu desenvolvimento, que estará acontecendo normalmente, só irão lhe trazer problemas pelos efeitos colaterais que ocasionam.

      Não adianta também querer acelerar o processo de ganho de massa muscular com meios artificiais sem o seu corpo já ter alcançado o seu potencial genético, pois ele não vai estar adaptado para os grandes esforços que o uso de substâncias ergogênicas requerem, pois elas só fazem realmente o corpo crescer se a agressividade e estímulo que elas proporcionam for aproveitada no aumento das cargas usadas no treino e também no aumento da intensidade deles.

      O que quero dizer é que os “montros” do fisiculturismo não são grandes só por que usam EAS, eles são grandes porque tem muitos anos de treino pesado, alguns mais de 15 anos, muitos anos de dietas controladas rigidamente, além de muita garra e determinação.

      Sucesso

  5. deivid disse:

    eu já tomei varios tipos de suplimentos mas nunca deu bons resutado, fis cademia a 2 anos malhando pessado ainda sim não deu resutado, fazia dieta correta gostaria de saber se poderia tomar a testoterona em poucas guantidade faria mal ou não

    • Olá, Deivid
      Nosso corpo sai programado de fábrica para trabalhar sempre buscando o equilíbrio, a isso se dá o nome de homeostase. Uma das formas que o corpo utiliza para permanecer nessa homeostase é o chamado feedback negativo, isto é, ao menor sinal de que temos algum hormônio “sobrando” o corpo diminui ou até para a sua produção, e infelizmente, a testosterona se encontra entre eles.
      Por isso, a opção de usar testosterona ou qualquer outro EAS deve ser muito bem pensada, os pró e contras bem analisados, de preferência com o aval de um médico endocrinologista, com controle dos resultados através de exames antes, durante e após o uso, para tentar minimizar os colaterais.
      Se vovê pesquisar na internet vai encontrar muitos foruns de discussão que tratam sobre ciclos de EAS, porém a grande maioria deles não tem embasamento científico e muitos são de fornecedores de EAS e por isso as dosagens sugeridas são sempre muito altas.
      Para você ter uma idéia do tamanho do problema imagine um homem normal, a sua produção endógena de testosterona é de 10mg por dia, no entanto em um ciclo básico para iniciantes a maioria dos foruns indica o uso de 500 mg de “Durateston” por semana, o que equivale a 70 mg por dia, só sete vezes mais, e no caso desse tipo de droga que age no organismo por até 3 semanas, no final da terceira semana ela estará injetando mais vinte vezes o valor da sua antiga produção normal.
      Se puder dê uma lida neste artigo do Dr. Osmar de Oliveira sobre os EAS:

      http://www.brasilmedicina.com/especial/mdesp_t4s1.asp

      Sucesso

  6. jose disse:

    bom dia eu sou o jose e gostaria de saber se a testosterona aumenta a estatura de um homem obrigado

    • Olá, José
      A nossa estatura é definida genéticamente e para mudá-la é necessário um complexo programa de acompanhamento hormonal quando ainda estamos na fase de crescimento, na qual as epífises dos nossos ossos ainda não se fecharam completamente, só que a testosterona se utilizada nessa fase pode inclusive causar um fechamento precoce não um crescimento deles.
      Na idade adulta o que existe é uma indústria de remédios e métodos milagrosos que lucram com o desejo de aumentar a estatura, até existem formas de provocar um pequeno aumento por deformação elástica dos ossos através de tração, mas após cessada a estimulação o corpo retorna ao seu tamanho, ou por aumento do femur onde ele é “quebrado”, as partes são colocadas a até 5 cm de distância e imobilizadas até a formação do calo ósseo.

      Sucesso

  7. ola eu sou vanessa quero saber se eu tomar testosterona se faz algum mal futuramente e por falam muitos mitos que causam e eu malho algum tempo e pretendo tomar.

    • Olá, Vanessa
      Realmente existem muitos mitos em relação ao uso de testosterona, porém em mulheres os efeitos colaterais são bem reais, pois apesar do organismo feminino também produzir testosteorna a sua produção é mais de 30 vezes menor que no homem, e como a testosterona é responsável pelas características masculinas o maior colateral que ela provoca é a virilização da mulher, por exemplo, engrossando a voz, fazendo surgir pelos indesejáveis, aumento o tamanho do clitóris, acne, queda de cabeloentre outros.

      Ela também é responsável pela redução da gordura corporal e pela musculatura mais desenvolvida no homem, porém, o corpo dele já é preparado para isso com tendões e ossos mais adequados, e por isso um maior desenvolvimento dos músculos no corpo feminino pode favorecer o aparecimento de lesões.

      Se a dose for muito alta ou se for usada por muito tempo, o que geralmente ocorre quando não há acompanhamento médico, as coisas começam a complicar ainda mais, pois pode ocorrer aumento na formação dos glóbulos vermelhos, elevação de fatores de coagulação do sangue, o que eleva o risco de trombose, hepatite, aparecimento de cistos e tumores malignos no fígado, além de uma redução do bom colesterol (HDL) e o aumento do mau (LDL) que geralmente são mais controlados nas mulheres devido aos seus hormônios (estrogênio e progesterona).

      Sem um acompanhamento médico, com exames rotineiros antes durante e depois do “ciclo”, é melhor não fazer uso de qualquer substância ergogênica, seja testosterona ou não, a nossa saúde não tem preço.

      Sucesso

  8. aryane disse:

    e tras riscos a saude ??

    • Olá, Aryane
      Todo medicamento hormonal ou não tem risco à saude, como dizem até água em excesso mata.
      No caso dos hormônios, além dos efeitos colaterais que podem provocar, há ainda o perigo de desenvolvimento de carcinomas em pessoas predispostas genéticamente,
      tudo é estudado com bases nas pesquisas, mas cada um de nós tem sua individualidade, a mesma dosagem não irá causar problemas em uma pessoas mas o fará em outra.
      A grosso modo posso citar o Arquiteto Oscar Nyemeyer, que morreu com 104 anos e ainda fumava enquanto pessoas muitíssimo mais novas morreram por causa do cigarro.

      Sucesso

  9. rosana disse:

    Muito interessante e todos deveriam colocar em prática as dicas postadas aqui.
    Estão todas corretas.
    Parabéns.

    • Olá, Rosana
      Obrigado pelo incentivo, apenas tento fazer o que está ao meu alcance, mas infelizmente tem muita que se ilude com as possibilidades de ganho fácil e mesmo sendo alertadas acabam quebrando a cabeça e perdendo a saúde.

      Sucesso

  10. wellington disse:

    testosterona faz voce criar massa muscular..e desenvolver corpo..tipo..pelos no corpo e barba e o aumento de cabelo..isso

    • Olá Wellington,
      Teóricamente sim, uma das funções da testostona é definir as características masculinas, porém existem pessoas que tem testosterona e não tem pelos por questões genéticas, ela também ajuda no aumento da massa muscular porém, se a pessoa não treinar intensamente, não tiver uma boa dieta e não dar tempo de músculo se recuperar entre os treinos, esse aumento que ela ajuda não é perceptível.

      Sucesso

  11. wellington disse:

    mas portanto, eu posso tomar algo que nao pode me prejudicar,…para crias massa e barba…??
    kk

    • Olá, Wellington
      Só quem pode te prescrever algum tipo de tratamento hormonal é um médico endocrinologista, e mesmo assim, ele vai lhe pedir uma série de exames para descobrir se a razão dos seus “problemas” está relacionado à falta de testosterona ou à deficências nutricionais.
      Os hormônios são o tipo de medicamento que NUNCA se deve iingerir por conta própria, nem por recomendação de amigos ou fóruns da internet, pois nossos hormônios funcionam em perfeito equilibrio como numa balança, e a ingestão de uma quantidade maior de um só tipo de hormônio desequilibra todo o resto, além de não ser garantido que vá resolver o problema.

      O SUS tem tratamento gratuito para isso, demora, mas eles dão até os remédios, procure se informar no posto de saúde da sua cidade.

      Sucesso

  12. Fabio Maistro disse:

    Sr Claudio, Bom dia!
    Sou praticante de Muay thai há 01 ano e meio, e no momento tomo cafeína para dar mais “gas” nos treinos, me indicaram o Tribulus Terretris (2 capsulas de 600mg ao dia), disseram que me ajudaria recuperar a energia e que daria força….Pode me ajudar nessa questão ?

    Desde já. Muito Obrigado!

    • Olá, Fábio
      Existem estudos científicos que comprovam o efeito do Tribulus Terristris sobre a produção endógena de testosterona, porém isso não ocorre em todas as pessoas, e prá saber se funciona ou não para você só testando mesmo.

      Lembre-se também que a nossa produção endógena é feita a partir do colesterol e se você estiver em uma dieta pobre em gorduras e carente de vitaminas A, D e E vai ser mais difícil aumentar a sua produção.

      As gorduras boas como azeite extra-virgem, nozes, castanhas, abacate, etc. ajudam, mas nada substitui a boa e velha manteiga e até mesmo o bacon para ajudar na nossa produção endógena.

      Existem várias ervas que também podem ajudar a elevar a produção endógena, cada uma agindo de uma forma, entre elas estão:
      A Mucuna Pruriens que aumenta a produção de GH (hormônio do crescimento)estimula a Hipófise a liberar o Hormônio do Crescimento (GH) e o Hormônio Luteinizante(LH).
      O Maca (conhecido como Viagra Natural)Lepidium Meyenii que estimula a produção de esperma, age na produção de testosterona naturalmente e ajuda o organismo a se livrar do Estrogênio.
      A Avena Sativa que funciona liberando a testosterona ligada, que aumenta a testosterona em circulação e aumenta os níveis de Testosterona através do estimulo a Hipófise e, consequentemente, a liberação de Hormônio Luteinizante(LH).
      O Extrato de Fenacho ( Feno grego) que produz aumentos na quantidade de LH (hormônio luteinizante) e DHEA.

      Sucesso

  13. Eduardo disse:

    Olá,

    Primeiramente quero lhe parabenizar pelo texto.

    Estou usando a um mes o produto Muscletech Alpha Test Booster (Tostesterona), que seria Anabolic/Anti-Cabolic/ Performance. Você conhece esse produto? Algum risco ele pode causar a minha saúde? Junto a ele, tomo todos os dias capsulas de Mult Mineral e depois dos Treinos (Musculação) tomo Whey Protein Isolado, além de uma alimentação balanciada.

    Obrigado

    • Olá, Eduardo
      Antes de comprar e sair tomando tudo que a industria lança, tente checar a lista dos ingredientes e pesquise um a um na Net, e dtambém dê uma olhada em sites especializados em Review de suplementos para saber a opinião de quem já utilizou. Infelizmente a maioria é em inglês, mas com uma ajuda do Google tradutor dá prá entender os comentários. No caso do Muscletech Alpha Test Booster veja este: http://supplementreviews.com/muscletech/alphatest
      De todos os ingredientes que ele contem o que é mais difícil obter detalhes é o MyTosterone™ que era marca registrada do laboratório Triarco Industries, Inc. que inclusive pagou uma pesquisa com o produto comprovando sua eficiência: http://www.jissn.com/content/5/1/12 mas pesquisas pagas sempre me deixam com um pé atrás.
      O Saw palmeto é um extrato do fruto de uma palmeira de folhas largas: http://www.portalsaofrancisco.com.br/alfa/fitoterapicos/saw-palmetto.php
      que é muito usado para problemas de próstata.
      A astaxantina é extraida de uma alga chamada Haematococcus pluvialis e é conhecida por ser um potente antioxidante.
      O Ginko-Biloba é usado para melhorar a circulação em pessoas de idade.
      Dependendo da sua idade não creio que o uso desse tipo de elevador natural de testosterona vá te dar grandes mudanças mas sim uma melhor disposição para o dia a dia.

      Sucesso

      • Eduardo disse:

        Obrigado pela Resposta Claudio.

        Resumindo, esse produto não me trará beneficios alguns, é isso?! Alguma sugestão de produto que me ajude a aumentar a massa magra, ou você acha que somente o Whey Protein é suficiente nesse começo? Não quero ficar musculoso como é o desejo de muitos, mas sim com um corpo definido.

        Apesar de já estar a muito tempo parado sem malhar (5 anos), venho mantendo meu peso, por isso não preciso perder gordura. Hoje moro nos EUA, mas quando vivia no Brasil, malhava com frequencia, por isso tenho um pouco de noção de exercícios e alimentação. Mas lhe digo uma coisa, seus artigos estão me dando ótimas dicas de alimentação e exercícios.

        Obrigado

      • Disponha, mas se não quiser ficar só com a minha opinião do Dr. Paulo Muzy publicou um artigo sobre o Tribulus terristris e o aumento de testosterona, se puder dê uma lida: http://superperformance.blogspot.com.br/2012/08/tribulus-terrestris-atualizacao.html

        Quanto ao Whey, se for para ser franco, nem do whey precisa se sua alimentação estiver adequada, sugiro que dê uma lida neste tópico:

        http://power-works.net/2012/01/11/suplementos-tomar-ou-nao-tomar-eis-a-questao/

        E também nesta apresentação sobre nutrição esportiva que upei para o Slide-share: http://www.slideshare.net/claudioatelier/nutricao-esportiva

        Acho que com esse material dá prá você ter uma base para a sua dieta.

        Sucesso

  14. ola gostaria d saber qual é a dose em injeccoes e se a testoterona faz engordar…so magro e gostaria d engordar

    • Olá, Divaldo
      Somente um médico pode lhe prescrever o uso de hormônios, e, mesmo assim, ele só irá fazer isso caso seja realmente necessário após a realização dos exames específicos.
      Para o ganho de peso existem várias alternativas mais saudáveis, só é necessário ter paciência e dedicação, creio que os riscos que se corre através da automedicação ou da prescrição feitas por entendidos em foruns e sites da Internet ou “amigos da academia” não compensarão os resultados.

      Sucesso

  15. david luiz disse:

    queria saber se tem uma possibilidade de algum remedio bom pra fortalecer a minha erecao,

  16. Elaine disse:

    Olá, gostaria de saber c eu tomar meio comprimido meia dose tem menos efeitos colaterais?

    • Olá, Elaine
      Efeitos colaterais também dependem da dosagem, mas, mais do que isso, dependem também da tolerância individual, existem pessoas que mesmo com doses extremamente baixas relatam efeitos colaterais, outras mesmo com doses elevadas não sentem nada.
      De qualquer forma você precisa pensar bem na relação custo x benefício que o uso de ergogênicos causa, nosso corpo trabalha continuamente para manter nossos hormônios equilibrados e toda modulação exógena que tentarmos fazer irá afetar esse equilíbrio por vários meses após a interrupção do uso, principalmente se isso for feito sem uma supervisão médica adequada.

      Sucesso.

  17. lucineia disse:

    ele e bom para libido da mulher

    • Olá, Lucinéia
      O corpo feminino é quase um mistério, ainda mais quando o assunto é sexo, mas sabe-se que a baixa produção de hormônios, tanto o estrógeno com a testosterona, interferem na libido. No entanto é muito arriscado se automedicar com hormônios, pois uma grande elevação de testosterona pode produzir efeitos virilizantes como engrossamento da voz, hirsutismo e aumento do clitóris, isso os visíveis, pois os de longo prazo não são perceptíveis na hora.
      Procure um endocrinologista e explique seu problema, somente ele, com base nos resultados de seus exames, conseguirá lhe prescrever a melhor opção.

      Sucesso

  18. Roseli disse:

    interfere no desenpenho sexual? maculino!

    • Olá, Roseli
      Interfere, e muito, o nosso organismo é programado para se manter sempre em equilíbrio de acordo com nossas características genéticas.
      Alguns homens tem uma produção de testosterona maior, outros menor, definidas geneticamente, e o corpo irá sempre trabalhar para mantê-las, se estiver o nível de testosterona estiver baixo ele tende a aumentá-la, e se estiver alto ele tende a abaixá-lo.
      Quando se aplica testosterona, o nível dela irá subir e todos os sintomas que ela proporciona também, como o aumento da libido, da virilidade, da agressividade,etc. variando de uma pessoa para outra, pois aí entram fatores psicológicos também.

      Como o nível estará alto artificialmente, o corpo tentará de todas as maneiras trazê-lo ao seu nível normal através das maneiras que ele sabe.
      Uma delas é a aromatização, isto é, ele transforma parte da testosterona em excesso em hormônio feminino, causando a ginecomastia entre outros colaterais. Outra alternativa do corpo é baixar ou cessar a produção interna de testosterona, até o nível voltar ao normal, aí quando a pessoa cessa as aplicações vai levar um certo tempo até a produção interna se normalizar, o que vai acarretar os sintomas de falta de testosterona, como desânimo, falta de apetite sexual, astenia, etc.

      Existem muitos mais fatores envolvidos, pois nosso sistema hormonal é bastante complexo e interligado, indo das supra-renasi até o cérebro, se quiser saber mais pesquise sobre “eixo hormonal”

      Sucesso

  19. Neide Maria dos Santos vieira disse:

    Neide: resposta O meu medico passou para mim um gel de testosterona em gel pela manha na parte interna da perna. Isto é bom?

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s